O Ferreirinha da Sé

Caros Amigos,

Hoje trago-vos mais uma história de Lisboa, ou melhor…de uma das personagens de Lisboa que se perdeu nos tempos, o Ferreirinha da Sé.

Este homem, segundo o relato que tive acesso era andrajoso, muito alto, deslavado, de carnes moles e peles caídas…O seu aspecto fazia pena. Ao andar as suas pernas eram frouxas, tinha um andar frouxo e via-se que era mesmo uma pessoa triste, mas a voz…essa era de Anjo. Um soprano de timbre agudíssimo e brilhava ao cantar o Kyrie Eleison na Sé de Lisboa

Estes homens eram chamados os Typles. Eram os homens que substituíam as vozes femininas nos coros da igrejas, pois à senhoras era-lhes vedado o acesso.

Ainda não pude corroborar estes factos, mas irei procurar acerca deste personagem  tão peculiar. O livro no qual procurei a informação é de 1903 e o autor, Alfredo Mesquita, conta que as  pessoas comparavam o nosso Ferreirinha aos cantores Caffarelli e Farinelli, dois grandes sopranos do Séc. XVIII.
De qualquer maneira deixo-vos o Kyrie Eleison de Bach e se tiverem alguma informação acerca do Ferreirinha, partilhem.

Anúncios
Esse post foi publicado em terramoto de 1755. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s